A eleição da Câmara Municipal de Belmonte para o biênio 2021-2022  promete ser a mais acirrada dos últimos anos. Ela será feita com os votos dos 11 vereadores eleitos nessas eleições de 2020, sendo que 07 destes assumem pela primeira vez mandato no legislativo. A eleição provavelmente deve acontecer antes do dia 1° de janeiro 2021, dia  em que o prefeito eleito de Belmonte  Bebeto Gama (PP), tomará posse.

As articulações já começaram  e alguns edis já se colocam à disposição de seus pares para encabeçar a Mesa Diretora, e um deste é o  Vereador Beto do Sindicato (Republicano),   reeleito com 195 votos e único representante de Barrolândia.

Em entrevista ao nosso site na manhã deste sábado (21), expôs que planeja colocar seu nome para assumir a presidência da Câmara Municipal.

 “Quero ser candidato a presidente da Câmara Municipal e Já conversei com alguns colegas que eu estou colocando meu nome à disposição. Eu não fiz parte de nenhum cargo da Mesa Diretora na Câmara em meu primeiro mandato. Nós somos agora quatro vereadores que foram reconduzidos à Câmara, e eu acredito que a experiência que eu tive do primeiro mandato me dá respaldo nas eleições e me credencia a colocar meu nome à disposição”, declarou.

Durante a entrevista, Beto foi questionado se já havia mantido conversas com os outros vereadores eleitos sobre este posicionamento, e o edil respondeu:

 “É um momento de conversa mas, ao menos neste início de debates, a tendência é que as conversas tenham o objetivo de formar grupos na Casa. Só então, a partir destes grupos é que saem o nome dos candidatos. Por isso, já comecei a me mobilizar para garantir apoio ao meu projeto”, disse o vereador.

Beto do Sindicato é um nome ponderado, tem  influência interna com a base aliada do novo prefeito,  concluindo desta forma, que tais aspectos colocam seu nome como o mais adequado para comandar a Casa.