Qual a diferença entre Sisutec e Pronatec?

Os cursos técnicos têm ficado cada vez mais populares entre os estudantes, seja por sua curta duração, sua conexão com o mercado de trabalho ou a popularização de seu acesso. Existem algumas iniciativas que têm permitido a formação de jovens e adultos por todo país, como o Sisutec e o Pronatec, mas qual é a diferença entre os dois? Se você quer esclarecer as suas dúvidas quanto aos dois programas, confira o texto a seguir.

O que é o Pronatec e o Sisutec?

Ambas as siglas são parecidas, e as duas representam iniciativas que ajudam os brasileiros a alcançarem uma formação profissional de qualidade. Mas vale mencionar que os programas funcionam de maneira diferente.

O Pronatec corresponde ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego criado pelo Governo Federal com o intuito de facilitar o acesso de pessoas de baixa renda sem formação profissional a cursos técnicos gratuitos. As opções de curso são muitas e estão distribuídas por todo país.

Já o Sisutec é a sigla para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica é uma plataforma criada  e administrada pelo Ministério da Educação e Governo Federal para que os alunos possam se cadastrar nos cursos ofertados. O Sisutec cursos proporciona vagas para o ensino superior e técnico.

Quais os requisitos dos programas?

Assim como todos os programas geridos pelo Governo Federal e o Ministério da Educação, para realizar o Sisutec inscrição e o Pronatec inscrição é preciso estar de acordo com aluns requisitos. São eles

Pode se inscrever no Sisutec:

  • Quem já tiver concluído o Ensino Médio;
  • Quem tiver realizado a versão mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem);
  • Quem obtiver nota mínima de 450 pontos nas matérias do Exame;
  • Quem obtiver nota superior a zero na prova de redação do Exame.

Pode se inscrever no Pronatec:

  • Quem for aluno do Ensino Médio da rede pública de ensino;
  • Quem for aluno do Ensino Médio da rede particular na condição de bolsista integral;
  • Quem for estudante do Eja (Educação de Jovens e Adultos);
  • Trabalhadores assalariados;
  • Quem for beneficiados por programas de transferência de renda, tais como o Bolsa Família.

Os candidatos que cumprirem estes requisitos podem se inscrever na plataforma online do Sisutec. A oferta de cursos é muito grande e visa mudar o cenário profissional do país. Muita gente já foi beneficiada por iniciativas como as mencionadas, então verifique as vagas para a sua região e inscreva-se!

Posted in Blog | Comments closed

Qual o valor do Bolsa Família por filho?

O Bolsa Família é um programa do Governo que visa oferecer qualidade básica de vida para famílias que não tem condições financeiras de arcar com os aspectos básicos. Muitas famílias se beneficiam do programa hoje e ele faz a diferença na vida dessas pessoas. Algumas dúvidas acabam surgindo quanto ao auxilio.

Você sabe, por exemplo, qual o valor do Bolsa Família por filho? Continue lendo e fique por dentro de tudo que você precisa saber sobre o projeto do Governo.

O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que é direito das famílias brasileiras que se encontram em situação de pobreza ou pobreza extrema. É previsto pela Constituição que todo cidadão deve ter acesso à educação, alimentação, saúde, vestimenta e lazer. O valor da bolsa visa suprir as necessidades mencionadas, ainda que a cifra não seja alta.

Quanto se recebe por filho?

O valor do Bolsa Família irá variar de situação para situação. Quem tem o interesse em se cadastrar no programa, geralmente, se pergunta quanto irá receber por cada filho, já que o Governo paga por criança na família, a fim de suprir a carência de todos os integrantes.

O benefício básico é de R$ 85,00 por mês, mas existem alguns acréscimo que vão depender das circunstâncias que enquadram a família.  Por exemplo, cada criança que tiver entre 0 e 15 anos irá representar um acréscimo de R$39,00 ao valor básico., enquanto os filhos entre 16 e 17 acrescentaram uma variável de R$46,00 por mês.

Mas atenção: o valor pode variar de acordo com o seu estado. Se você pretende solicitar o benefício, deve estar atento ao calendário bolsa família 2019.

Como posso me inscrever?

O primeiro passo para participar do programa é realizar a inscrição do CadÚnico Bolsa Família, que pode ser usado para vários programas. Depois de realizar esse cadastro, você pode solicitar o benefício do Bolsa Família. Você deverá estar com seus documentos em mãos e visitar a unidade CRAS da sua região. Os documentos são:

  • Documento de identificação;
  • Comprovante de renda familiar;
  • Cartão de vacinação;
  • Certificado de matrícula e frequência escolar dos filhos.

Caso tenha alguma dúvida quanto à documentação, entre em contato com o órgão responsável pelo programa na sua cidade.

Sua família irá participar de uma fase de seleção, na qual você terá uma entrevista com uma assistente social e seus documentos serão verificados. Se a sua solicitação for aprovado, você receberá o cartão do Bolsa família e deverá desbloqueá-lo para usar.

Posted in Blog | Comments closed

Saiba quais motivos podem te levar a perde o seguro desemprego

O seguro desemprego é um benefício concedido a trabalhadores desempregados com a finalidade de garantir assistência temporária, porém o que muitos não sabem é que existem alguns motivos que podem te levar a perder o direito a esses benefício, deseja saber quais são? Continue acompanhando.

O seguro desemprego é um benefício que auxilia milhares de trabalhadores enquanto buscam por um novo emprego, e a seguir falaremos mais sobre os motivos que podem te levar a perder esse benefício.

Seguro desemprego

O Seguro Desemprego é um benefício concedido pelo poder público a trabalhadores desempregados com o objetivo de garantir assistência temporária em casos onde o trabalhador foi dispensado de suas atividades sem justa causa.

Amparado pelas Consolidações das Leis de Trabalho (CLT), o seguro desemprego é pago em parcelas de acordo com os meses trabalhados no ano anterior até o momento.

O seguro desemprego está amparado legalmente pelo Decreto-Lei n.º 2.284 de 10 de março de 1986, além da Constituição Federal desde 1988 por meio do Programa do Seguro-Desemprego, sendo assim um direito do trabalhador.

Como funciona o seguro desemprego

O benefício trabalhista pode ser acionado quando o trabalhador for desligado da empresa desde que atenda as seguintes regras:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Estar na condição de desempregado – se for uma mudança de empresa não há como solicitar o benefício;
  • Ter trabalhado por entre 12 e 18 meses com carteira assinada;
  • Ter trabalhado ao menos 9 meses com carteira assinada no ano anterior;
  • Não possuir outra fonte de renda;
  • Não estar recebendo nenhum benefício prestação continuada da Previdência Social.

Atendente a todos os requisitos citados acima é possível solicitar o benefício do seguro desemprego junto ao Ministério do Trabalho de sua cidade ou em agências da Caixa Econômica Federal ou ainda no SINE (Sistema Nacional de Emprego).

Os documentos necessários para solicitar o seguro desemprego

Para solicitar o seu seguro é necessário possuir a seguinte documentação:

  • Carteira de trabalho;
  • Documento pessoal com foto (identidade ou CNH ou passaporte);
  • Número do PIS ou PASEP (Dependendo do vínculo empregatício).

Motivos que te levam a perde o seguro desemprego

Existem ainda alguns motivos que te levam a perder o benefício do seguro desemprego, a seguir você confere quais são:

  • Ser demitidos por justa causa, pois nesse caso entende-se que se a demissão foi causada pelo empregado, assim não há porque lhe dá um benefício;
  • Quando o beneficiado se recusa a aceitar uma nova vaga de emprego, pois  entende-se que há uma estabilidade financeira uma vez que a verba é destinada a amparar aqueles que não conseguem um novo emprego;
  • Fraudes em documentos também levam o beneficiário a perca do seu Seguro desemprego 2019.

Agora que você já conhece mais sobre o benefício do seguro desemprego se atente para não cometer nenhum dos atos que levam a perca ou mesmo suspensão do seu benefício.

Posted in Blog | Comments closed

Conheça os principais concorrentes do novo Chevrolet Onix

Já foi oficializado o lançamento do novo modelo hatch da Chevrolet na lista dos mais queridos, o Onix. Dentre os carros modelo 2019 lançados espera-se que esse seja o mais vendido pela montadora. Mas a concorrência é forte e há muitos carros bacanas no mercado brasileiro para agradar os fãs da categoria. Confira os principais concorrentes do Onix a seguir. 

O que o Chevrolet Onix tem de bom?

Não é fácil está na lista dos mais vendidos no Brasil e a Chevrolet sabe disso. O segmento hatch é preferido dos brasileiros e são muitos os modelos no mercado. Mas o Onix tem lá seus atrativos que conquistaram os fãs de carros compactos com malas menores.

Chegando no Brasil sempre com câmbio manual, o Onix vem nas versões 1.0 e 1.4. Ele chega com lançamento marcado na mesma data do Prisma, os dois carros chefes da marca. Em 2019 ele completa sete anos no mercado e deve ter mais novidades.

Continua sendo um carro compacto mas com muito espaço e conforto. Suas medidas são 3,93 mx1,70 mx2,52 m, considerado um dos maiores de sua categoria. Espera-se um lançamento de uma versão automática em 2020 mas por enquanto o segredo é guardado à sete chaves.

Os maiores concorrentes do Chevrolet Onix no Brasil

A boa notícia para quem é muito fã da categoria são as novidades que aguardam no mercado. Espere coisas bem bacanas entre os concorrentes. Os principais são:

Volkswagen Gol – Não é fácil ultrapassar em vendas um carro com mais de 25 anos no mercado brasileiro. Por muito tempo ele ficou ameaçado de sair de linha porque a própria fabricante já possui modelos mais bacanas. Mas nada que um pedido do público não faça ele resistir. Com duas versões, automática e manual, vem com painel eletrônico sensível ao toque e muitas mudanças no design. Versões no mercado a partir de R$ 37 mil

Etios da Toyota – Com versões a partir de R$ 47 mil não é dos mais baratos mas também não está na lista dos mais caros. Com novo design dianteiro com pára choque muito mais aerodinâmico. Novo display no painel e novo design interno tornam o modelo um dos preferidos para quem gosta de estilo em modelos compactos. A mala é considerada de capacidade agradável com 270 litros, sendo uma das maiores da categoria. Os motores são 1.3 e 1.5 com a ecnologia Dual VVT-i.

Peugeot 207 – Continua com uma única versão de design no Brasil, a Compact. Por muitos meses foi líder de críticas do setor por suas inovações, fazendo os demais fabricantes investirem um pouco mais em design. No mercado brasileiro continua com as versões flex e apenas gasolina, fazendo-nos invejar porque já é vendido à diesel na Europa. 

Citroën C3 – Produzido desde 2012 está ainda dos mais vendidos e deve continuar entre os carros 2019. Todos os modelos lançados o Brasil são manuais com três versões de motor: 1.1, 1.4 e 1.6. Os pequenos mimos como seu painel lançado na versão digital e mudanças no design frontal e interior fazem ele se tornar um dos mais queridos especialmente entre o público feminino. O ABC vem com REF e há direção assistida elétrica.

Posted in Blog | Comments closed

Como se torna um ator de malhação? Veja aqui!

Uma das novelas de maior duração e maior audiência da TV é Malhação. O programa está no ar há mais de 10 anos com um enorme sucesso de público. O seu foco são os adolescentes e ao longo de suas diversas fases apresentou dramas com foco de discussão. Para quem quer fazer parte do elenco de Malhação é só se inscrever. Saiba mais!

Novela malhação está no ar desde 1995

Nunca uma novela ficou tanto no ar como Malhação, que estreou em 1995. Novidade? Na TV brasileira sim, quando em geral as atrações ficam em torno de seis meses ou um pouco mais. Nos Estados Unidos não. Um dos maiores exemplos é a Day of our lives, a novela que está a 30 anos em exibição modificando o formato e o elenco constantemente. 

Quem assiste hoje Malhação não consegue compreender o seu nome. Nós explicamos: a primeira versão se passava em uma academia. Os atores se situavam em uma academia fictícia da Barra da Tijuca. O formato foi modificado para uma escola, voltou a ser uma academia e hoje é ampliado para muitos locais. 

Quem acompanhou a novela ao longo dos anos curtiu muitos tipos de formato. Um dos mais inusitados aconteceu com a novela com apresentação ao vivo e cenas pré gravadas. Diferente? É preciso mudar para ficar no ar por tanto tempo, concordam?

A novela já lançou muitos nomes no mercado e continua sempre mesclando novos atores com talentos consagrados da Rede Globo. Devem vir muito mais temporadas e não há menção da atração ser cortada nem tão cedo. Há muita trapa ainda por vir e oportunidade para novos atores. 

Como ser um ator de Malhação

A novela jovem possui como foco o lançamento de novos atores. Ela é conhecida como “escola de artistas”, onde nomes desconhecidos podem atuar e iniciar uma nova carreira. Um dos maiores exemplos é a atriz e cantora Marjori Estiano, que começou o seu estrelato como uma vilã. 

Para fazer parte do elenco de Malhação é preciso se inscrever nos testes da emissora. O primeiro passo, contudo, não começa ali. É preciso ser ator formado e com a carteira profissional.

Para isso é necessário fazer um curso de teatro e atuação em sua cidade e se profissionalizar no Ministério do Trabalho. A carteira profissional é gratuita, mas é preciso ter o certificado de conclusão de curso. O cadastramento profissional é feito em sua cidade com agendamento no Ministério do Trabalho ou através do Sindicado dos Atores. 

O próximo passo é deixar o currículo na emissora. É preciso informar:

  • Dados pessoais;
  • Endereço;
  • Anexar uma foto de rosto e uma de corpo em formato 10×15 cm. 
  • Listar experiências profissionais na TV ou outra mídia – mesmo apenas amadoras. 

O endereços para deixar o currículo ficam no Rio de Janeiro e São Paulo. Em sampa o endereço é Avenida Chucri Zaidan, número 46. Já na capital carioca fica na Estrada dos Bandeirantes, número 6700, PA 14, com entrada Portaria 4. É só deixar o currículo e aguardar. 

 

 

Posted in Blog | Comments closed

Vale gás ainda existe? Saiba mais!

Criado em 2001 o Benefício do Vale Gás ainda atende muitas famílias no Brasil. É mais um dos benefícios do Governo Federal visando ajudar famílias de baixa renda com assistência ao menos do básico. Ainda está em funcionamento e pode ajudar muita gente. Saiba mais!

O que é o Vale Gás?

O Vale Gás é um benefício do Governo Federal como distribuição de renda para a camada mais pobre do Brasil. O programa tem administração do Ministério de Minas e Energias e funciona em todo o país. 

O benefício do Vale Gás consiste em receber um valor mensal para ajudar a custear a compra de um botijão de gás. Hoje é chamado de “Bolsa Gás”, um dos itens mais caros da feira básica. Para muitos pode significar uma boa parcela da renda para manter a mesa com alguns itens de subsistência básica para a família.

Este foi o primeiro benefício do Governo Federal focado na baixa renda. Ele começou a funcionar antes mesmo de existir o Bolsa Família e Bolsa Escola, hoje os projetos em maior destaque no país. Acredita-se que ele tenha sido a principal base para o Bolsa Família iniciar seu trabalho e tirar o Brasil do status de “pobreza estrema” de uma boa parte da população. 

Como funciona o Vale Gás?

O Vale Gás funciona com um pagamento periódico para todos os cadastrados no programa. A assistência é paga em dinheiro e o beneficiário pode comprar onde e quando quiser seu gás. Não existem postos de atendimento cadastrados e únicos para solicitar o benefício. 

Até então o programa deve continuar por muitos anos e não há indícios de ser cortado. Mesmo com as mudanças de Governo continua como um dos benefícios mais sólidos do mercado visto a quantidade de gente a qual ajuda. 

O benefício é necessário por diversos pontos. Um deles é que a Bolsa Família é paga em um valor muito curto, a partir de R$ 39. Esse é um valor inferior ao custo do gás de cozinha, o que deixaria alguns beneficiários sem alimentação por direcionar o dinheiro para o combustível para o preparo dos alimentos. 

Como ter direito ao Vale Gás

O primeiro passo para ter direito ao Vale Gás é fazer parte do Cadastro Social do Governo Federal. É o mesmo cadastro do Bolsa Família. Basta procurar a prefeitura de sua cidade ou um dos postos de atendimento do Bolsa Família para se cadastrar. 

As regras para ter direito são as mesmas do Bolsa Família. É preciso ter renda familiar mensal de até meio salário mínimo. Os benefícios pagos em conjunto dos projetos sociais não devem somar mais que R$ 180.

O valor do Vale Gás varia de acordo com a composição familiar. Afinal, mais membros da família cozinham mais e consomem mais botijões de gás por mês. Famílias maiores recebem um pouco mais. 

O dinheiro do Vale Gás é pago juntamente com o Bolsa Família. O saque então é realizado com o mesmo cartão para ambos em uma casa lotérica ou agência da Caixa Econômica Federal. 

FONTE

Posted in Blog | Comments closed

8 Melhores filmes baseados em fatos reais

A união de cinema e histórias reais sempre formou uma boa parceria. A sétima arte abriu a oportunidade de contar boas histórias de forma dinâmica e fazer o mundo conhecer alguns dramas reais. Há excelentes filmes baseados em livros ou frutos de pesquisa sobre personagens famosos ou desconhecidos que mereciam alcançar a grande tela. Saiba mais!

Os 8 Melhores filmes baseados em fatos reais

O cinema está repleto de grandes histórias que encantaram diretores em todo o mundo. Confira algumas dessas historias reais que parecem mentira, a seguir.

12 anos de escravidão

Filme norte americano baseado na história de Solomon Northup, narrada em 1841. Sendo um homem livre ele acaba sequestrado e acorrentado, vendido como escravo. São 12 anos de luta entre casas de senhores nada agradáveis até conseguir que sua história fosse ouvida e conseguir a liberdade. O filme norte americano é baseado no livro de Solomon. 

Titanic

O maior navio do mundo em 1912 teve apenas uma única viagem que não chegou ao fim. No meio de sua rota o Titanic, um navio inglês com destino os Estados Unidos, chocou-se com um iceberg e afundou cerca de duas horas depois.

Foi um dos maiores desastres dos mares por muitos anos com um fator importante. Por conta da estética dos corredores não havia botes salva vidas para todos os passageiros. A maior parque dos mortos eram da terceira classe. Dos diversos filmes e documentários sobre o tema um merece destaque: o filme de James Cameron, ganhador de 11 Oscars. 

100 Metros

O que você faria se fosse diagnosticado com uma doença terminal? Para muitos seria o fim da linha, mas não para Ramón Arroyo, o personagem principal do filme espanhol. O jovem empresário, casado e às margens de ser pai foi diagnosticado com esclerose múltipla. Perderia em breve seus movimentos mais básicos e estaria condenado a viver em uma cama. 

O que ele fez? Começou a fazer exercícios e resolveu ser um iron men. A prova de triatlo envolve natação em mar aberto, pedalada e uma maratona ao final. O problema era a limitação física de Ramón que treinado por seu sogro de forma não convencional, ruma a fazer uma prova difícil até mesmo para quem não tem a doença. 

Race

Correr na Alemanha Nazista já foi um desafio para muitos atletas. Ser negro, correr e ainda vencer um ariano foi um feito único contado neste filme norte americano de talento. Jesse Owens sonhava em ser medalhista olímpico e entrou para a história.  

Um sonho possível

Sandra Bullock levou o Oscar de melhor atriz por contar essa bela história de Michael Oher, um dos maiores nomes da liga americana de futebol. O jovem estudava na mesma escola do seu filho e foi visto por Leigh Anne Tuohy em estado lastimável. A família de classe média alta norte americana acolhe e o ajuda em seus estudos e na carreira para se tornar um bolsista de futebol americano.

Intocáveis

O drama francês traz uma linda amizade entre o paciente e seu cuidador. Philippe, um senhor rico mas condenado a uma carreira de rodas por paralisia total dos membros, escolhe um cuidador diferenciado. Driss não tem experiencia mas a amizade se torna longa e bela de assistir no cinema. 

À Procura da Felicidade

Muitos pontos fazem deste filme um excelente drama. Os atores principais são Will Smith e seu filho Jaden, pai e filho na vida real que interpretam pai e filho. O drama real conta a história de Chris Gardner. Com um investimento errado Chris coloca a sobrevivência da sua filha em jogo em máquinas para odontólogos de scanner ósseo, consideradas caras para o mercado e por isso não conseguia vender.

Ele acaba sem emprego, sem dinheiro, sem esposa mas não abre mão de viver com o filho mesmo em situações extremas como dormir em um banheiro metrô ao ser despejado duas vezes. Enquanto isso estuda para um estágio não remunerado para tentar ser um corretor de sucesso. 

A lista de Schindler

Nenhuma lista de filmes baseados em fatos reais estaria completa sem este grande drama, clássico do cinema e dirigido pelo grande diretor Steven Spielberg. O drama real conta a trajetória de Oscar Schindler, um jovem empresário que vê na batalha nazista uma oportunidade de ficar rico e também salvar a maior quantidade de judeus possível dos campos de concentração. 

Posted in Blog | Comments closed